28º EBEPe: Repúdio ao massacre contra quilombolas em Lençois/BA

Repúdio ao massacre contra quilombolas em Lençois/BA

 Jequié/BA, 10 de setembro de 2017

No último dia 06 de agosto, ocorreu um massacre na comunidade de Iúna/BA, onde seis quilombolas foram covardemente assassinados. Imediatamente, os monopólios de imprensa, destacadamente a Rede Globo, iniciaram uma sórdida campanha de criminalização dos quilombolas assassinados e de sua justa luta por seu território na cidade de Lençois na Chapa Diamantina/BA. Sem quaisquer provas, passaram a afirmar que as mortes estariam relacionadas ao “tráfico de drogas”, tudo no objetivo de deslegitimar e isolar o movimento.

Entidades e movimentos populares questionam a versão dos monopólios de imprensa, destacando fortes indícios de que estas mortes possam estar relacionadas à conflitos pela posse das terras de Iúna, envolvendo latifundiários e mineradoras transnacionais.

Nós, estudantes de Pedagogia, reunidos no 28º Encontro Baiano dos Estudantes de Pedagogia somamo-nos no repúdio aos crimes contra os quilombolas de Iúna! Responsabilizamos o latifúndio, o governo estadual de Ruy Costa/PT e o federal de Michel Temer/PMDB/PSDB pela omissão quanto à regularização do Território Quilombola de Iúna! Exigimos apuração imediata de mais este odioso crime, a punição de todos os envolvidos (mandantes e executores) e a regularização definitiva do Território Quilombola de Iúna!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s