PA: Grande mobilização conquista ônibus para 38º ENEPe

Em Marabá, nos dias 5 e 6 de junho ocorreu o Seminário “Pedagogo em Formação” da Faculdade de Ciências da Educação na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Contou com importantes debates sobre Reformulação Curricular, Residência Pedagógica, Educação Inclusiva, Educação Indígena e para as relações étnico-raciais.

A ExNEPe interviu distribuindo carta-convites e conclamando mais de 200 participantes a se organizarem contra a intervenção militar, em defesa da gratuidade, democracia e autonomia universitária, particularmente, divulgando a realização do mais importante evento no âmbito educacional deste ano: 38º ENEPe.

Na semana seguinte foram organizados Prés-ENEPes em salas de aula contando com importante apoio de professores do curso de Pedagogia. As turmas 2018, 2017 e 2016 puderam ouvir a explanação da ExNEPe sobre as lutas em curso contra a intervenção privatista no ensino público e na formação do Pedagogo. Assistiram o vídeo da vitoriosa jornada de lutas da ExNEPe, do 22º FONEPe e vídeos da mobilização nacional das delegações: Aqui se pratica luta!

Além disso foi explicado para os/as estudantes sobre o caráter da Executiva Nacional dos Estudantes de Pedagogia, que esta tem se constituído como a vanguarda do movimento estudantil brasileiro por conseguir guiar e dirigir as principais lutas nacionais contra os ataques ao ensino público;  que não pode ser uma entidade de internet, imobilista, muito menos corporativista em um contexto que, em vez de fragmentar a luta, precisamos unificar com os que verdadeiramente lutam em nosso país. Os Estudantes não conheciam sobre a organização dos estudantes de Pedagogia e muitos ficaram interessados em participar do evento.

Também uma comitiva realizou reunião com a Reitoria da Universidade formalizando o pedido para liberação de ônibus e garantir a participação da delegação. Foi debatido com a Reitoria como precisamos unir forças e se organizar para defender a Universidade Pública. A autonomia universitária está a cada dia correndo risco com as ingerências do governo a serviço do grande capital privado nacional e internacional e, das forças armadas lambe botas do USA.

No ano passado, a UNIFESSPA pode experimentar isso. Uma delegação de estudantes e professores foram ameaçados pelo Prefeito da cidade onde ocorreu o I Encontro de Pau D’arco por representarem o apoio e solidariedade da instituição a luta camponesa; além disso, o fortalecimento dos mecanismos de controle internos na Universidade por parte das forças armadas e do judiciário podre.

 O ataque a autonomia universitária já é um problema real que demanda resistência com o avanço das organizações democráticas, a unificação de professores, estudantes e técnicos junto a comunidade para aprofundar a democratização das instituições educativas, em especial, a garantia do co-governo!

Em Belém, no dia 21 de junho foram realizadas mais passagens em sala e debates com estudantes do Instituto Federal de Pará no sobre o 38º ENEPe e discutido sobre a organização da ida de uma delegação desta instituição.

Após toda esta luta e mobilização, os estudantes paraenses confirmaram a participação de uma expressiva delegação, inclusive com um ônibus garantido pela UNIFESSPA.

Viva o 38º ENEPe independente, classista e combativo!

IMG_6892

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s