INTERVENÇÕES DA ExNEPe NO VALE DO SÃO FRANCISCO

DEBATES COM PROFESSORES E ESTUDANTES DA REDE BÁSICA

A EXNEPe organizou, com professores da rede básica de juazeiro e Petrolina e com alunos da escola EMAAF, dois debates no dia 23.10.

emmaf

Nos dois momentos foi colocada a necessidade da organização estudantil contra os ataques a educação e participaram da mesa a Executiva Pernambucana de Estudantes de Pedagogia e um professor da Rede Básica de Juazeiro que enfatizaram as negociatas das classes dominantes e de seus obedientes candidatos à presidência para o futuro da educação no brasil.

Todos estes atestam que aplicarão as orientações do Banco Mundial e de seus projetos de privatização, BNCC E REFORMA DO ENSINO MÉDIO, que sinalizam o fim das ciências humanas nas escolas e universidades públicas e direcionam o ensino a uma educação rasa, tecnicista e sem a menor criticidade.

Os alunos da manhã participaram do debate questionando sobre as perspectivas e o que fazer se é preciso escolher entre um deles. A mesa foi contundente nas respostas: defender a educação com unhas e dentes, se organizando e lutando. Não se iludir com as mentiras dos candidatos que participam desse jogo de cartas marcadas. Uma professora da rede básica de Petrolina ainda ressaltou a importância de defender a democracia e o direito de se organizar pois somente a luta pode garantir nossos direitos em consonância com o debate trazido pela mesa sobre os 23 ativistas que participaram das jornadas de junho de 2013 e estão sendo perseguidos pelo reacionário estado brasileiro.

emmaf1

No debate da tarde as professoras novamente abriram o debate ressignificando a importância da política e da participação consequente para assegurar os direitos conquistados com muita luta. O Auditório, quando questionado se estava se sentindo representado nessas eleições foi praticamente unânime, como milhões de brasileiros nessas eleições, ao responder: NÃO! O questionamento foi direcionado ao regime político e econômico que vivemos no País, o capitalismo atrasado, que permite a exploração e a maioria das riquezas do País nas mãos de uma minoria impedindo a melhoria de vida da imensa população brasileira e a solução dos seus problemas.

PASSAGENS EM SALAS DE AULA

emmaf2

Nos dias 23 e 24, com estudantes da universidade e da rede básica, a ExNEPe fez passagens em salas de aula da UPE e oficina de cartazes com alunos de pedagogia denunciando a perseguição e condenação fascista dos 23 ativistas no Rio de Janeiro.

emmaf3

Os estudantes e professores ouviram atentos e motivaram a atuação da ExNEPe na luta em defesa da democracia e dos direitos do povo Brasileiro. Foi advertido à comunidade acadêmica que as contradições do ano de 2013 ainda não foram resolvidas, antes se aprofundam a cada dia e por isso temos que apoiar os 23 pelo direito à organização sabendo que nós, assim como eles, nos posicionamos contra esses gravíssimos ataques e devemos defender as liberdades democráticas.

upeupe1

Na quinta, dia 25, também foi realizada na UPE – Petrolina, uma roda de conversa sobre a condenação dos 23 ativistas do Rio e o processo de reacionarização do Estado brasileiro, além do papel da Universidade na defesa das liberdades democráticas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s