Carta-aceite do 39º ENEPe em Guarulhos

 

39 NOVO

Recebemos nesta semana, com grande alegria, a carta-aceite da Direção Acadêmica da Unifesp Guarulhos e do Gabinete da Reitoria da UNIFESP pela realização do 39º ENEPe.

 

 

A Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia (ExNEPe) convida os estudantes de pedagogia, licenciatura e pós-graduação, professores, educadores, pesquisadores em educação, ativistas e militantes em defesa do ensino público de todo o país para participarem do seu 39º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia (ENEPe), que será realizado entre os dias 22 e 26 de Julho no campus EFLCH – UNIFESP em Guarulho/SP.

O ENEPe é um encontro nacional de caráter político, científico e cultural organizado pela ExNEPe com o intuito de congregar estudantes de pedagogia e demais interessados de todo o país para debater o atual cenário da educação brasileira, bem como a luta para defender o ensino público e gratuito. No próximo ano, o 39º ENEPe terá como tema: 80 anos do curso de pedagogia: histórico e desafios da formação de educadores.

O Curso de Pedagogia estruturou-se no Brasil em 1939. Desde o primeiro decreto-lei 1190/39, que regulamentou sua estrutura e funcionamento, está presente a dicotomia em nossa formação: professor x especialistas, bacharelado x licenciatura, generalista x especialista, técnico em educação x professor. Este primeiro decreto manteve a formação do professor primário (Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental) na Escola Normal (nível médio) e a formação do professor secundário (séries finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio) no Ensino Superior, sendo 3 anos de bacharelado mais 1 ano de didática. Estabeleceu, ainda, que o bacharel em Pedagogia fosse reconhecido como “técnico em educação”. O licenciado em Pedagogia (um ano a mais após o bacharelado) lecionava no magistério nas antigas Escolas Normais. Os embates teóricos das diferentes posições a respeito da Pedagogia revelam como o projeto de educação que emerge em cada momento histórico está vinculado aos interesses econômicos, políticos e ideológicos das classes em luta. E como a Pedagogia foi se colocando cada vez mais como uma área estratégica: para as classes dominantes, no sentido de garantir à implementação de seu modelo educacional, disseminar sua ideologia e servir a seus interesses econômicos; para as classes populares, em sua luta por um ensino público e gratuito e por uma educação que sirva ao povo, como instrumento de sua luta pela transformação da sociedade. Resulta também das exigências que o capital financeiro monopolista internacional (imperialismo) impõe para a educação nos países dominados como o Brasil, intervindo na política educacional desses países, através de empréstimos que financiam a educação, de seus quadros que atuam diretamente nos “governos” desses países, assim como através da intelectualidade burguesa e sem o menor compromisso nacional e com o povo, subserviente aos interesses do imperialismo.

Deste modo, compreender como se deu, desde então, esta trajetória é fundamental para avançarmos na formulação de uma concepção sobre a formação do pedagogo unitário, cientista da educação, que só pode ser efetiva se estiver estreitamente ligada aos interesses do povo, posição formulada pelos estudantes de Pedagogia em seus debates nos anos 2004 e 2005, retomada e desenvolvida pela ExNEPe no 37º ENEPe, em Petrolina/PE, em 2017.

Neste encontro, contaremos com a participação de estudantes, professores, pesquisadores e representantes de movimentos populares de todo o país que além de debaterem a história do curso de Pedagogia em seus 80 anos, aprofundarão a discussão a respeito da formação unitária classista do pedagogo, impulsionando a organização dos estudantes e intelectuais em defesa do ensino público, gratuito, democrático e a serviço do povo.

Para cumprir este objetivo, nosso encontro contará com delegações de todo o país, realizando diversas atividades entre debates, palestras, grupos de discussão, apresentações de trabalhos, oficinas e atividades culturais, culminando na aprovação do nosso Plano Nacional de Lutas, para coordenar nacionalmente as atividades de defesa do ensino público e gratuito até o próximo ano e conquistar novas vitórias na luta contra os ataques do governo à educação brasileira.

O preço de inscrição do Encontro, que se realizará entre os dias 22 e 26 de Julho de 2019, será de R$110,00 (alojamento+alimentação) e R$25,00 para o público local.

A divulgação de demais informações e inscrições serão realizadas através da página oficial do encontro no site da ExNEPe: exnepe.org/39enepe

Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail: exnepe@email.com

                                          cropped-logo-exnepe1.png

Comissão Organizadora do 39º ENEPe

Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia – ExNEPe

28 de Novembro de 2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s