PR: Estudantes confrontam decisão reacionária de conselho universitário

Reproduzido de Jornal A Nova Democracia

ALVORADA DO POVO

Estudantes da Universidade Federal do Paraná (UFPR) se organizaram por meio de vários centros acadêmicos para intervir na reunião do Conselho Universitário (Coun), no dia 22/11. Os estudantes se mobilizaram para repudiar e fazer frente às recentes decisões do Conselho, que revogou a resolução 12/17-Coun, que regularizava a jornada de trabalho dos técnicos da Universidade em trinta horas (conquista histórica da categoria) e também votou por aumentar a taxa de inscrição do vestibular de R$ 120,00 para R$ 160,00. Os alunos denunciaram ainda a crescente perseguição política perpetuada pela administração do reitor Ricardo Marcelo.

A mobilização teve início às sete e meia da manhã, com falas no RU e passagens em todas as salas do campus. Ao todo cerca de trinta estudantes participaram da intervenção, com mobilização destacada do Centro Acadêmico de Psicologia (CAP), de história (CAHIS) e o Comando de Mobilização da Pedagogia.

Durante a reunião foi permitida a fala a um único estudante, membro da organização Alvorada do Povo, que em sua intervenção criticou audazmente a atual gestão da Reitoria, capitaneada por um quadro do oportunismo do PT na região, cuja política de perseguição ao movimento estudantil combativo produziu um dossiê à la Dops, de 150 horas de filmagens dos estudantes. Também foi exigido que a Reitoria acabe com o processo, de quase um milhão de reais, que mantém contra seis lideranças da ocupação de 2015. Além disso, o estudante denunciou o peleguismo e o oportunismo do DCE, controlado por partidos políticos eleitoreiros, cujos votos no Coun foram favoráveis a ambas as medidas reacionárias.

Estas decisões tomadas pelo conselho confabulam com a política anti-povo que o gerenciamento do Estado brasileiro preconiza para a educação, elevando o grau de precarização com vistas à privatização do ensino, e que a real resolução de seus problemas só poderá se dar por meio do co-governo estudantil e da autonomia da instituição frente ao Estado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s