[PA]Em nota, Centro Acadêmico denuncia sucateamento da UEPA

A ExNEPe faz uma saudação combativa ao estudantes do Centro Acadêmico de Ciências Socais da UEPA, por sua luta pela educação, sem abaixar a cabeça para político ou governo nenhum e seguir travando esse justo caminho ao lado de seus professores a favor de seus interesses, contra o sucateamento e o fechamento da universidade pública. Repercutimos abaixo a nota:

NOTA DE REPÚDIO E INDIGNAÇÃO

O Centro Acadêmico de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Pará, vem tornar público de forma consternado e indignado para que a comunidade externa tome conhecimento da real situação de ameaça da possível suspensão das atividades acadêmicas do campus X de Igarapé-açu/PA. Haja vista que há uma projeto de extinção dos campus interiorizados da UEPA em curso que segue de forma silenciosa e atuante no processo de desmonte das estruturas dos mesmos, fato concretizado com a extinção em série das casas dos professores que davam suporte a sua permanência no município, sendo que em janeiro de 2019, a casa vinculada ao campus XI da UEPA de São Miguel do Guamá deixou de oferecer o serviço. A ação de desmonte agora segue no pleno descompromisso do Estado em atrasar continuamente a realização de pagamentos nas diárias de auxílios como passagens, estadia, etc… aos docentes lotados nos campis interiorizados, especificamente no campus X do município de Igarapé-açu/PA. Tendo em vista que este feito atinge diretamente a categoria discente dos cursos do campus X, em específico e de imediato as turmas de Ciências Sociais 2016 e 2017. Nesse contexto, as atividades acadêmicas de ambas as turmas estão sob ameaça da possível suspensão por tempo indeterminado enquanto não haver a regulação dos pagamentos em atraso destinado à categoria docente.

Diante de tal situação, nós, enquanto futuros profissionais de educação REPUDIAMOS diretamente o Governo do Estado, que em sua nova gestão também ignora a categoria docente da UEPA e agride os discentes com uma política de cortes, descasos e o então processo de extinção dos campus do interior. Mediante a isso, reivindicamos aulas, reivindicamos o direito à educação, o processo de ensino e aprendizagem não podem ser interrompidos pela tirania de um Estado que sucateia o ensino público, porque objetiva produzir reféns de sua dominação.

#EMDEFESADAINTERIORIZAÇÃO

#ÉNOSSODIREITOÀEDUCAÇÃO

nota

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s