Militar é nomeado secretário-executivo do MEC

Com informações de Andes.org.br, Folha de S. Paulo, Gaúchazh, Livre.jor.br

Ricardo Machado Vieira, tenente-brigadeiro do ar, foi nomeado como secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC) nesta sexta (29). Em três meses de governo, Ricardo é o segundo secretário-executivo do MEC. Seu antecessor, Luiz Tosi, foi exonerado após críticas do guru da direita Olavo de Carvalho pelo twitter.

O Tenente-brigadeiro tem uma longa história na Força Aérea Brasileira (FAB), na qual ingressou em 1968. Ele chegou a ser chefe do Estado-Maior da Aeronáutica. Em 2014, foi para a reserva. Em 2015, no governo de Dilma Rousseff, foi nomeado secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (SEPESD) do Ministério da Defesa. No cargo, comandou o Projeto Rondon. Em fevereiro de 2019, foi nomeado assessor especial da presidência Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Agora, foi exonerado para assumir seu novo cargo.

A nomeação de Ricardo parece ser mais uma batalha da guerra travada entre militares e defensores de Olavo de Carvalho no interior do MEC. Já são 15 exonerações no ministério desde que o governo começou. Antes da escolha do militar, dois nomes haviam sido aventados para assumir a segunda cadeira mais importante da pasta.

Primeiro, o cotado foi Rubens Barreto da Silva, que atuava como secretário-executivo adjunto desde que Luiz Tozi foi demitido. Depois, Iolene Maria de Lima, evangélica, membro da Igreja Batista em São José dos Campos (SP) e ex-diretora de uma escola religiosa.

MILITARES NO GOVERNO

Vieira é mais um que se junta a uma grande lista de lambe-botas dos Estados Unidos, fazendo companhia a Bolsonaro e Mourão. Os militares já ocupam 21 áreas do atual governo, são mais de 45 e estão em bancos, órgãos estatais, na educação e até na Petrobrás. Nem no período de regime militar das décadas de 60 e 70 houveram tantos militares atuando no governo.

Essa investida das Forças Armadas na política não caiu do céu subitamente, mesmo no governo de Temer já haviam militares ocupando cargos estratégicos, além de ser o responsável por decretar a intervenção militar no estado do Rio de Janeiro. Também no gerenciamento do oportunismo petista, por qualquer motivo o exercito era mandado às ruas para intimidar o povo ou aplastar a luta popular, com operações de Garantia da Lei e da Ordem(GLO). Dilma decretou aproximadamente 29 GLOs e Lula, acionou a operação 39 vezes.

Isso faz parte do processo de militarização do velho Estado brasileiro, que com o passar dos anos tem se intensificado. Devido a grave crise pela qual o país passa, que não deve dar sinais de melhora a curto e médio prazos, todas as contradições estão se agudizando aceleradamente e, para se salvarem, as classes dominantes têm aplicado reformas e retiradas de direitos, garantindo seus lucros e sua sobrevida as custas da exploração do povo.

Mas as classes populares têm se rebelado cada vez mais desde 2011, como as jornadas de junho e julho de 2013 e a greve dos caminhoneiros do ano passado. E para conter o justo levante, os militares, as cadelas a serviço dos grandes monopólios exteriores, foram chamados para manter a salvo a velha ordem de superexploração e a velha ditadura das classes dominantes contra o povo.

Grande engano deles acreditar que são capazes de impedir as massas brasileiras. Nada que façam resolverá a crise, e os conflitos internos no governo favorecerão que a crise se agrave ainda mais. Com o descontentamento do povo com Bolsonaro, que se provou ser mais um politiqueiro ordinário, vão ferver greves em todo país. É nosso papel participar delas e defender a construção de uma grande e vigorosa greve geral de resistência nacional.

Confira como está a distribuição de cargos entre militares:

1º escalão

  1. Presidente: capitão do Exército Jair Bolsonaro
  2. Vice-presidente: general do Exército Hamilton Mourão
  3. Ministro do Gabinete de Segurança Institucional: general do Exército Augusto Heleno
  4. Ministro de Minas e Energia: almirante da Marinha Bento Albuquerque
  5. Ministro da Secretaria de Governo: general do Exército Carlos Alberto dos Santos Cruz
  6. Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações: tenente-coronel da Aeronáutica Marcos Pontes
  7. Ministro de Infraestrutura: capitão do Exército Tarcísio Gomes de Freitas
  8. Ministro da Controladoria-Geral da União: capitão do Exército Wagner Rosário
  9. Ministro da Defesa: general do Exército Fernando Azevedo Silva


2º e 3º escalão

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

  1. Secretário-executivo: tenente-brigadeiro do ar Ricardo Machado Vieira
  2. Diretor de Programa da Secretaria-Executiva: coronel-aviador da Aeronáutica Ricardo Roquetti
  3. Assessor especial do ministro: coronel do Exército Robson Santos da Silva

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA

  1. Secretário-executivo adjunto: coronel do Exército Carlos Alberto Flora Baptistucci Secretário de Radiodifusão: coronel do Exército Elifas Chaves Gurgel do Amaral
  2. Chefe de gabinete do ministro: brigadeiro aviador da Aeronáutica Celestino Todesco
  3. Secretário de Políticas Digitais: tenente brigadeiro do ar da Aeronáutica Antonio Franciscangelis Neto
  4. Assessor especial do ministro: tenente brigadeiro do ar da Aeronáutica Gerson Nogueira Machado de Oliveira
  5. Diretor do Departamento de Serviços de Telecomunicações: coronel aviador da Aeronáutica Rogério Troidl Bonato

MINISTÉRIO DA DEFESA

  1. Chefe de gabinete: general do Exército Edson Diehl Ripoli

MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA

  1. Secretário Nacional de Transporte Terrestre e Aquaviário: general do Exército Jamil Megid Júnior

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

  1. Secretário de Orçamento, Finanças e Gestão: general do Exército Nader Motta

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

  1. Secretário nacional de Segurança Pública: general do Exército Guilherme Theophilo Oliveira
  2. Coordenador-geral de Estratégia da Senasp: coronel do Exército Freibergue do Nascimento
  3. Coordenador-geral de Políticas da Senasp: coronel do Exército José Arnon dos Santos Guerra
  4. Coordenador-geral de Licitações da Senasp: coronel do Exército Marcelo Lopes de Azevedo
  5. Assessor técnico do gabinete do ministro: suboficial da Aeronáutica Alexandre Oliveira Fernandes

SECRETARIA-GERAL

  1. Secretário-executivo: general do Exército Floriano Peixoto
  2. Secretário especial de Assuntos Estratégicos: general do Exército Maynard Marques de Santa Rosa
  3. Secretário especial de Assuntos Estratégicos adjunto: general do Exército Lauro Luís Pires da Silva
  4. Assessor especial: coronel do Exército Walter Félix Cardoso
  5. Secretário de Administração: coronel do Exército Gilberto Barbosa Moreira

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

  1. Porta-voz: general do Exército Otávio do Rêgo Barros

GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL

  1. Assessor: general do Exército Eduardo Villas-Bôas

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

  1. Assessor: capitão de mar e guerra da Marinha Marcos Perdigão Bernardes
  2. Assessor: capitão de mar e guerra da Marinha Almir Alves Junior
  3. Assessor: brigadeiro da Aeronáutica Mozart de Oliveira Farias

CORREIOS

  1. Presidente: general do Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha
  2. Assessor especial: coronel do Exército André Luis Vieira

DNIT

  1. Diretor-geral: general do Exército Antônio Leite dos Santos Filho
  2. Diretor-executivo: coronel do Exército André Kuhn

FUNAI

  1. Presidente: general do Exército Franklimberg Ribeiro de Freitas

ITAIPU

  1. Diretor-geral: general do Exército Joaquim Silva e Luna

PETROBRAS

  1. Presidente do Conselho: almirante da Marinha Eduardo Bacellar Leal Ferreira
  2. Gerente-executivo de Inteligência e Segurança Corporativa: capitão-tenente da Marinha Carlos Victor Guerra Naguem

SUPERINTENDÊNCIA DA ZONA FRANCA DE MANAUS

  1. Superintendente: coronel do Exército Alfredo Menezes

TELEBRAS

  1. Diretor administrativo-financeiro: general do Exército José Orlando Ribeiro Cardoso

EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES

  1. Presidente: general do Exército Oswaldo Ferreira

INCRA

  1. Presidente: general do Exército Jesus Corrêa
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s