JUVENTUDE COMBATENTE DIRIGE MARCHA NO 13 DE AGOSTO EM PORTO VELHO

IMG_0130 corrigir

PROTESTO TROUXE A PAUTA DA DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ÀS RUAS, SE POSICIONANDO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E O PROGRAMA FUTURE-SE.

Centenas de pessoas concentraram-se na Praça das 03 Caixas D’água em Porto Velho na tarde da terça-feira, 13 de agosto. A maioria composta de estudantes e professores da UNIR e do IFRO, professores da rede pública estadual e municipal, pesquisadores da Fiocruz, aposentados e alguns dirigentes sindicais. A convocatória da manifestação foi a de mobilizar as categorias para denunciar o desmonte da previdência pública e as medidas do gerenciamento Bolsonaro de ataques à Educação Pública brasileira, como os constantes cortes no orçamento público e com o anúncio do Programa “Future-se” que prevê a privatização de Universidades e Institutos Federais. O Future-se obrigará as instituições públicas a firmar contratos de gestão com Organização Social (OS), órgãos de caráter privado, cujas atividades seriam dirigidas ao ensino, à pesquisa científica, ao desenvolvimento tecnológico, à cultura, etc. Tais OS irão receber repasse de recursos orçamentários públicos, cessão de servidores e permissão de uso de bens públicos.

Foto MV3

Foto MV5.jpg

O ato concentrou-se a partir das 16h e tinha previsão de sair às ruas às 17h. Contudo, em virtude da posição vacilante da Frente Brasil Popular, Levante Popular da Juventude/UNE – que defendiam que o ato se concentrasse apenas na praça para que se revezassem nos seus discursos de “Lula Livre”, contrariando a proposição de seguir o percurso tradicional dos protestos – ativistas  do Comando Estudantil de Luta em Defesa da Educação Pública – CELDEP e da Executiva Estadual de Estudantes de Pedagogia – ExROPe convocaram os presentes a seguirem em ato pelas ruas da cidade. Atropelando a tentativa de impedir a manifestação, a juventude organizou seu bloco combativo, que foi acompanhado pela massa presente. No ato também se denunciou o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS), a privatização dos Correios e a entrega das riquezas da nação pelo fascista Bolsonaro. Pautas locais também foram inseridas como o precário sistema de transporte coletivo em Porto Velho e a famigerada cobrança de taxas e aluguel de espaços públicos que tramita nos Conselhos Superiores da UNIR.

Foto MV8

Foto MV9 correios

FOTO MV11 NOVO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s