[MG] Comitê de Apoio ao Cabana realiza oficina de brinquedos pedagógicos!

Reproduzimos a seguir matéria do site exatarealidade.wordpress.com do Grupo de Estudos da Exata Realidade:

Nesse último domingo, 06/09, o Comitê de Apoio ao Cabana (comitê sanitário de defesa popular) realizou uma oficina de produção de brinquedos pedagógicos e arrecadação de produtos alimentícios, de limpeza e higiene para distribuição no mesmo bairro (Cabana do Pai Tomás).

A proposta de produção de brinquedos pedagógicos veio a partir da demanda percebida no bairro de mães que estão com crianças pequenas em casa, em idade fundamental de desenvolvimento cognitivo e que estão desamparadas pelo Estado, que nega aos filhos do povo seu direito de estudar e aprender. Desde o início da pandemia e do “isolamento social”, nenhuma política foi adotada em prol das massas populares; pelo contrário, são ataques constantes aos direitos dos trabalhadores, como suspensão de contratos de trabalho, reformas, privatizações, e por último o ensino remoto de Romeu Zema (Novo), que imposto de forma arbitrária nega deliberadamente aos estudantes mais pobres acesso ao conhecimento científico, enquanto serve aos planos dos monopólios de educação ligados ao setor financeiro internacional de privatizar o ensino público.

Estiveram presentes crianças, estudantes universitários de pedagogia e outros cursos da PUC e CEFET, além da participação da Executiva Mineira de Estudantes de Pedagogia (ExMEPe) e Grupo de Estudos da Exata Realidade (GEER). Ao longo de toda a atividade os participantes demonstraram muito entusiasmo, alegria e disposição de servir ao povo! Foram tomados os critérios sanitários adequados, como uso de máscaras e higienização das mãos com álcool em gel. Os estudantes se organizaram para preparar os recortes de tecidos necessários, e a partir das 11 horas teve início uma oficina de confecção de bonecas abayomi, ministrada de forma online por uma aluna de pedagogia da PUC. Na parte da tarde, foram confeccionados outros brinquedos, como chocalho para bebês.

Durante toda a atividade os participantes debateram sobre política, sobre o ensino remoto, sobre seus problemas nas universidades; compartilharam experiências de solidariedade, num ambiente muito agradável; mostraram como o trabalho coletivo é de qualidade superior. Foi demonstrada muita consciência da necessidade de se continuar lutando por um ensino público, gratuito e a serviço do povo.

Ao final, foi feito um balanço muito positivo e consciente, onde foi destacado o caráter político daquela ação, a importância de mostrar para as massas locais, especialmente as mães que carregam sobre si o peso da opressão feminina que não estão sozinhas; destaque para a clareza de que o feito era apenas o primeiro passo para consolidar uma parceria entre estudantes e trabalhadores, o primeiro passo de muitos no caminho de derrubar os muros da universidade, para servir ao povo, seja no campo, seja na cidade.

Enfrentar a pandemia e os problemas com ela vindos organizando e impulsionando os Comitês Sanitários de Defesa Popular!

Derrubar os muros da universidade, servir ao povo no campo e na cidade!

Defender um ensino público, gratuito e que sirva ao povo!

Defender o direito de ensinar, estudar e aprender!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s