[MS] ATO CONTRA A NOVA INTERVENÇÃO NA UFGD

Desde de junho de 2019, a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) está sob intervenção, plano imposto por Bolsonaro/generais que mira aprofundar os ataques nas universidades públicas. A primeira interventora foi Mirlene Damázio, professora da Faculdade de Educação (FAED), colocada para aprofundar o desmonte em curso das universidades públicas que buscam precarizar para então privatizar totalmente. Usando a pandemia e as vítimas do Covid-19, esse governo genocida aproveitou-se para aprofundar a modalidade de Educação à Distância nas universidades e escolas públicas de todo país atropelando os direitos de ensinar, estudar e aprender dos professores e alunos.

No começo de fevereiro, a interventora Mirlene Damázio foi retirada de seu cargo por conflitos diretos com os interesses desse governo de generais e latifundiários, pois o atual prefeito da cidade de Dourados-MS, Alan Guedes, solicitou que alguns professores bolsonaristas da UFGD fossem cedidos para participar de ministérios na sua gestão, o que foi negado por Mirlene Damázio. A troca de interventor pode ser resultado das contradições internas desses lacaios do governo somada as vitórias do movimento estudantil que garantiram que a UFGD fosse uma das poucas universidades que não teve o Ensino Remoto (EAD) validado como ano letivo, assim como, os bolsistas não foram obrigados a cursar essas modalidades à distância, por fim, desferindo duros e certeiros golpes contra a implementação da EAD na UFGD. Essas conquistas são vitórias dos estudantes combativos, independentes e classistas da universidade, que durante a intervenção tutelada por Mirlene, se mobilizaram constantemente para boicotar a EAD e denunciar os crimes de privatização.

Já no dia 09 de fevereiro, o professor da faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Lino Sanabria, assumiu o cargo de interventor na UFGD. A troca foi postada na portaria 64 do Ministério da Educação (MEC), de 5 de fevereiro deste ano, publicada no Diário Oficial da União.

Dessa forma, a Associação dos Docentes da UFGD – Seção Sindical do ANDES-SN (Aduf-Dourados), o Sindicato dos Técnico-Administrativos (Sintef), a Associação de Pós-Graduandos (APG) e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) fizeram um ato presencial, no dia 23/02, com cerca de 50 pessoas, contra a nova intervenção na UFGD. O Ato teve falas de professores, técnicos, estudantes e apoiadores da cidade de Dourados-MS para impulsionar a luta contra a intervenção e o direito de empossamento do reitor eleito. Os interventores assumem a reitoria buscando ferir a democracia universitária e achar brechas para o Estado generalizar a modalidade de Educação À Distância, precarizando as instituições públicas de ensino, para posteriormente privatizá-las. A troca de interventor deixa mais nítido o escárnio deste governo de Generais pela autonomia universitária, como também, é outra tentativa de sufocar as lutas de estudantes, professores e demais trabalhadores da educação.

Os atos puxados pelos estudantes e professores estão se mobilizando contra o ferimento da autonomia universitária e buscam assegurar a democracia na universidade. As entidades no ato colocaram sua posição: “Sabemos também que grupos políticos locais se articulam com o governo para manter a intervenção e controlar a universidade de acordo com seus interesses. A nomeação de Lino Sanabria aprofunda o golpe e reforça a intervenção na UFGD. Continuaremos na luta pela democracia da UFGD e pelo fim da intervenção! Fora interventores! Em defesa da democracia e da autonomia da UFGD!”.

Abaixo a nova intervenção na UFGD!
Barrar a imposição da EAD impulsionando o boicote!
Em defesa do direito de ensinar, estudar e aprender!
Por uma educação pública, gratuita, democrática e com autonomia, que sirva ao povo!

Executiva Sul-mato-grossense de Estudantes de Pedagogia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s