[PA] Estudantes celebram o dia 1º de Maio com atividades do Comitê de Solidariedade Popular

O Comitê de Solidariedade Popular Anani deu inicio a primeira ação em uma data marcante na memória da classe trabalhadora, no dia 1 de Maio, a atividade ocorreu em um condomínio atrelado a uma ocupação urbana no Bairro de Águas Brancas, Ananindeua.

Ao longo da semana, fizemos intensa atividade de propaganda convocando os pais, mães e crianças para uma oficina de pintura e cartazes. No início da atividade os estudantes explanaram sobre as ideias do Comitê, além de ressaltar a importância da data para os trabalhadores e seu significado, além de denunciarmos as ações de ameaças e ataques aos camponeses do acampamento Manoel Ribeiro.

A proposta de oficina foi recebida com sucesso entre os moradores! Nas atividades de desenho e pintura voltadas para as crianças, trabalhamos na conscientização sobre os cuidados contra o coronavírus. “As crianças sentem falta de atividades como essas na comunidade” sic, relatam os pais devido a falta de atividades durante a pandemia, não somente para as crianças mas para os moradores de modo geral, a iniciativa gerou novas ideias como cozinhas solidárias, oficinas artesanais para as mulheres da comunidade.

Na feitura dos cartazes todas as mães interagiram, expressando as indignações que tangem a realidade das massas. Também houve arrecadação de um 1 kg de alimento para confecções de cestas básicas às famílias que mais precisam em gesto de solidariedade e ajuda entre os próprios moradores do condomínio, sendo a prova de que os interesses das massas populares apontam somente para organização coletiva e classista.  

Ao fim das atividades prestamos todo o apoio ao acampamento Manoel Ribeiro, que é formado por famílias que lutam por um pedaço de terra, desde agosto de 2020 retomaram a fazenda Nossa Senhora Aparecida (N.S.A.), no município de Chupinguaia, próximo ao município de Corumbiara. O acampamento tem passado por constantes ataques por pistoleiros a mando do latifúndio, os confrontos com a policia tem sido disseminado pelo governador do estado, coronel pm Marcos Rocha, que desde o final de março regressava tentativas de um novo massacre de camponeses, assim como em 1995 na mesma localidade. Diante de tantos ataques e ameaças, os camponeses resistem na luta pela terra!

O Comitê de Solidariedade Popular Anani, se inspira na luta dos camponeses! Sigamos na arrecadação de alimentos para confecção de cestas básicas e de tecidos para confecção de máscaras, e convidamos estudantes e professores a se somarem às aulas de reforço que irão iniciar na comunidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s