Comunidade realiza ato em defesa da democracia e contra cortes no Colégio Pedro II (RJ)

Repercutido de Andes.org.br

Docentes, técnicos, técnicas e estudantes do Colégio Pedro II (CP II) protestaram, na manhã dessa terça-feira (15), em frente à reitoria do CPII, no campi de São Cristóvão, Rio de Janeiro (RJ). O ato foi em defesa da democracia interna, da liberdade de expressão e pelo fim dos cortes orçamentários na instituição.

As e os manifestantes rechaçaram as tentativas de Oscar Halac, reitor do CPII, de censurar as livres manifestações nos campi da instituição. Halac tem adotado uma série de medidas que desrespeitam a democracia no Pedro II. Na última quinta-feira (10), a reitoria divulgou uma nota em que proíbe a afixação de faixas com mensagens “favoráveis ou contrárias” ao governo de Jair Bolsonaro. Também comunicou que iria instaurar, via Corregedoria, um processo de sindicância contra o diretor-geral do campus Realengo II, por supostamente ter permitido a afixação de faixa no local. O reitor ressaltou, ainda, que a sindicância pode resultar na instalação de um possível processo administrativo (PAD).

Segundo o Sindicato de Servidores do Colégio Pedro II (Sindscope), a movimentação do reitor ocorreu após o sindicato ter fixado faixas nas quais criticam o desrespeito à democracia interna no CPII, defendem a reversão dos cortes orçamentários na Educação e repudiam a política do governo federal, responsável pela asfixia financeira das instituições federais de ensino. 

Antes disso, Oscar Halac já havia desrespeitado sistematicamente decisões do Conselho Superior (Consup), instância deliberativa máxima da instituição, entre elas, a que prorrogava o mandato dos colegiados da instituição até a realização das eleições. Halac se recusou a homologar deliberação do Consup e decidiu convocar as eleições do colegiado designando a si próprio como o responsável pelo processo de escolha da comissão eleitoral que coordenará o processo. Hoje, o reitor administra o colégio à revelia do Consup.

A atividade foi organizada pelo Sindscope, pela Associação de Docentes do Colégio Pedro II (ADCPII) e movimento estudantil. O ato foi transmitido nas redes sociais das entidades organizadoras e, segundo as mesmas, transcorreu de forma organizada, respeitando os protocolos de segurança sanitária, como o uso de máscaras, o uso do álcool em gel e a manutenção de distanciamento entre os e as participantes.

Colégio Pedro II

O Colégio Pedro II integra a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e é um Centro de Referência Nacional em Educação Básica. O complexo escolar é composto por 14 campi e um Centro de Referência em Educação Infantil, distribuídos em seis bairros da cidade do Rio de Janeiro e nos municípios de Caxias e Niterói. A instituição conta com, aproximadamente 13 mil estudantes e cerca de 2,5 mil servidores e servidoras. Há turmas da Educação Infantil ao Ensino Médio Regular e Integrado, Educação de Jovens e Adultos (Proeja) e cursos de graduação e pós-graduação desenvolvendo projetos de pesquisa, extensão e cultura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s