[ES] Mães acampam em prefeitura e cobram estagiários e professores de educação especial na Serra

Repercutido de G1.

Um grupo de 50 mulheres está acampado dentro da Prefeitura da Serra, na Grande Vitória, há 22 dias. Mães de filhos com deficiência, o protesto é para pressionar a administração municipal a contratar mais professores, estagiários e cuidadores para atender a demanda da educação especial na rede municipal.

Entre as principais exigências estão a contratação de um professor especial para cada cinco alunos, um estagiário por aluno com necessidade especial e a contratação de mais cuidadores em todas as escolas.

As mães se preocupam com a volta das aulas presenciais. Desde o dia 2 de agosto, as escolas municipais da Serra voltaram a exigir a presença dos alunos, com a contagem de faltas.

Mas sem o efetivo necessário para suprir a demanda da educação especial, segundo as mães, algumas escolas estão “induzindo” as mães a deixar os filhos com deficiência em casa.

A técnica em enfermagem Elisângela Nascimento Pereira, por exemplo, levou o filho de 14 anos para a escola nesta segunda-feira (30) e teve que insistir para que ele assistisse aula.

“Queriam que eu assinasse um termo para ele ficar em casa e eu não aceitei. Eu deixei ele na escola e vim direto para cá. É direito dele estar na escola, é vontade dele voltar a estudar e eu sei que isso faz bem para ele”, contou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s