Frente Estudantil Contra EaD Realiza Reunião

A reunião de frente foi realizada nesta tarde de domingo (23) e contou com a presença de estudantes de diferentes cursos: pedagogia, psicologia, arquitetura, história, letras, engenharia e direito. Todos os estudantes estavam animados com o encontro. Inicialmente foi exposto o propósito da reunião, ressaltando a necessidade de dar continuidade às mobilizações do ano passado.

Foi lido o Editorial semanal do jornal A Nova Democracia “A universidade de costas para o povo”, para embasar a discussão e ajudar a fermentar nossas próximas mobilizações. Foi feito um ótimo debate acerca da situação de nossa universidade escancarando a falência da burocracia universitária em cumprir com sua palavra revelando que sua posição em torno do adiamento (do dia 31 de janeiro para o dia 14 de fevereiro) da retomada presencial é uma posição política e não sanitária.

Todos reafirmaram que o funcionamento do RU marcado para o dia 31 de janeiro foi conquista do movimento combativo que ocupou o Restaurante, o que pressionou a burocracia acadêmica a tomar alguma posição acerca de sua abertura e das voltas às aulas. Foi apontado a negligência em torno do atraso das bolsas de assistência estudantil, com os estudantes que são de outras regiões, e a pura demagogia da reitoria em dizer defender “a vida, a ciência e a vacina”, mas que na prática tem comprovado que o que defendem é a permanência do seus confortos individuais ao manter a EaD, selando o pacto da mediocridade onde universidade finge que ensina e os estudantes fingem que aprendem.

Foi denunciado também que a EaD impositiva tem servido para sucatear e precarizar o funcionamento das universidades que agora estão na mira de mais um corte draconiano de 15,3% das verbas, e em frente aos ataques do MEC a reitoria tem capitulado.

Ressaltando que, em resposta a tudo isso, cabe tomar uma posição contundente em defesa do nosso direito de estudar e aprender, contra a EaD e pelo retorno presencial imediato! Sendo necessário seguir o exemplo dos estudantes que ocuparam o RU, estudantes da UEM/UFGD/UNB que estão lutando pelo retorno presencial. Somente a luta presencial será capaz de barrar esses ataques.

Ao final da reunião foi entoada a palavra de ordem “Derrubar os  muros da universidade, servir ao povo no campo e na cidade!” e produzida uma faixa para a manifestação.

Para cumprir com a defesa das aulas presenciais e da nossa universidade, os estudantes convocam uma manifestação para o dia 27/01 (quinta feira) às 18:30 no pátio da reitoria e duas panfletagens para convidar e divulgar o ato.

PELO RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS JÁ!
EM DEFESA DO ENSINO PÚBLICO, GRATUITO E QUE SIRVA AO POVO!
PELO DIREITO DE ESTUDAR E APRENDER!
ABAIXO A EAD!

Acompanhe as atividades da Frente pelo instagram: @frenteestudantilcontraead_ufpr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s