[PR] Estudantes da UEM conquistam retorno presencial!

Após intensa mobilização e luta (já noticiados pela ExNEPe), estudantes da UEM conquistaram retorno presencial integral das atividades a partir do dia 31 de janeiro!

Durante toda a segunda-feira (24) ocorreram mobilizações estudantis, com alunos dos mais diversos cursos. Às 09 horas da manhã, aconteceu um grande ato na Universidade em frente a Reitoria, com mais de 400 pessoas.

Foram estendidas faixas e cartazes com os dizeres “Defender a universidade pública com unhas e dentes”, “ERE não!” e “aulas presenciais já!”. Foram feitas falas pelos estudantes, reivindicando arduamente a volta do ensino presencial e também foram entoadas palavras de ordem como: “A UEM fechada não tem verba pra nada!”, “Se liga reitor e toda reitoria, manter o ERE é patifaria!” e “Ensino remoto, não vamos aceitar, chega de ERE, queremos estudar!”. Além disso, também foram colados lambes por todo o campus, reivindicando a volta das aulas presenciais.

Em decorrência da pressão, os estudantes foram chamados novamente pela Reitoria para dialogar, mesmo sem terem feito tal reivindicação. No diálogo, foi ressaltado o que muitos estudantes consideraram como uma chantagem ou ameaça: de que a reunião do CEP (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão), que ocorreria à tarde, poderia ser suspensa se houvesse “confusão” e “gritaria” por parte dos acadêmicos. Entretanto, a manifestação seguiu.

Mais tarde, às 14:30, com centenas de estudantes cercando todo o RU e em meio a palavras de ordem, começou o CEP. A extensa reunião durou até 18:30 e, na sua parte final, foi feita a votação de representantes contrários e favoráveis, sendo 112 votos favoráveis, 22 contrários e 1 abstenção, aprovando o retorno das atividades presenciais para o dia 31/01.

Com a vitória dos estudantes pela volta das aulas presenciais houve intensa vibração e comemoração dos presentes.

A mobilização estudantil contou a todo momento com a oposição do DCE da UEM, que numa posição oportunista foi contrário ao retorno presencial, advogando um “retorno seguro” utópico, num futuro indeterminado. Entretanto, a mobilização estudantil independente passou por cima dos ditos representantes nas votações com esmagadora maioria, fazendo o Diretório ter que seguir a maioria dos Centros Acadêmicos, e venceu todas as dificuldades para concretizar o retorno presencial!

A luta ainda não acabou. Abundam pautas para o movimento estudantil, o RU continua fechado e os cortes recentes, somados à Lei Geral das Universidades (LGU), pesam sobre a Universidade. Entretanto, com a volta das aulas presenciais, agora essas lutas se colocam como possíveis de serem dadas, com a comunidade acadêmica nos campi, sem o esvaziamento da Universidade, tendo ela como seu campo de batalha e contando com a força e firmeza que os estudantes demonstraram. Assim, a recente vitória dos estudantes da UEM finca no chão e escancara essa verdade: o povo organizado consegue resolver qualquer problema!

VIVA A VOLTA DAS AULAS PRESENCIAIS NA UEM!
VIVA O MOVIMENTO ESTUDANTIL COMBATIVO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s