Manifestação na UFPE exige retorno presencial!

Na sexta-feira, 04 de fevereiro, estudantes da Universidade Federal de Pernambuco realizaram uma manifestação na reitoria da UFPE exigindo sua reabertura imediata e a revogação do último Ad Referendum. O documento, assinado pelo reitor Alfredo Gomes, cancelou, sem qualquer diálogo com os estudantes, o início das aulas letivas que contariam com mais disciplinas presenciais ofertadas e garantidas pelo Conselho Universitário da UFPE! O decreto deu-se de forma abrupta apenas uma semana antes da retomada das atividades acadêmicas que já estavam previamente marcadas para acontecer no dia 31 de janeiro, e assim, jogou um balde de água fria nos anseios dos estudantes – que até então era tremenda – na qual estavam organizando sua rotina pelo retorno das aulas, principalmente aqueles que vêm dos bairros distantes e das regiões interioranas do estado onde se fixaram nas proximidades da universidade para conseguir estudar.

O Ad Referendum decreta a manutenção da Edução à Distância por, supostamente, 3 semanas usando como justificativa o aumento do número de casos da Covid-19. Segundo os dados do consórcio do veículo de imprensa do dia 03 de fevereiro de 2022, 75,26% da população com mais de 5 anos está totalmente imunizada. O boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco do dia 04 de fevereiro atesta que de todos os casos de Covid-19, 99% apresentam sintomas leves. O vice-reitor, Moacyr Araújo, numa nota do Conselho Universitário questionou: “Nos baseamos nos dados epidemiológicos […] Agora como vamos dizer à sociedade que não vamos voltar presencialmente depois de conseguirmos vacinar a grande maioria dos nossos servidores?” Tal indagação do vice-reitor foi dada em setembro do ano passado, diante do contexto da retomada das atividades dos servidores universitários. Atualmente, 99% dos servidores e também dos estudantes da UFPE se encontram vacinados de acordo com os dados da última reunião do GT Covid-19 da própria universidade! Ainda nessa mesma reunião, Glaydson Santiago, da Secretaria Estadual de Educação (SEE), destacou que o retorno das atividades escolares do estado, com o acompanhamento da vacinação e dos cuidados sanitários dos estudantes, relatou baixo índice de contaminação desde o ano passado!

Estes senhores se baseiam em quais dados epidemiológicos? Oras, está escancarado que estes senhores cultivam o negacionismo, pois as condições para o retorno presencial na Universidade Federal de Pernambuco são inegáveis diante dos fatos. Assim, fica esclarecido que a justificativa da reitoria pela manutenção da EaD não passa de falso humanismo e demagogia barata que está de mãos dadas com o modus operandi obscurantista do bolsonarismo. Que vergonha, burocratas da reitoria!

Numa nota posterior ao decreto, intitulada “Reitor, a UFPE não é seu feudo!”, estudantes afirmaram que o que acontece hoje na Universidade Federal de Pernambuco também acontece em outras universidades brasileiras com suas reitorias que “agem desprezando os estudantes pobres e passam por cima de toda comunidade acadêmica.” Usando como exemplo as lutas estudantis classistas e combativas de todo o Brasil, graduandos da UFPE organizaram uma manifestação na última sexta-feira (04) exigindo o retorno presencial e a imediata revogação do Ad Referendum.

Primeiramente, os estudantes se encontraram no R.U. da UFPE para organizar uma comissão sanitária do ato (para a distribuição de álcool em gel e assegurar o uso de máscaras) e discutir a situação da universidade, onde foi erguido uma grande faixa com os dizeres: Reitor, a UFPE não é seu feudo! Retorno presencial já! Ainda no local, os estudantes distribuíram panfletos que abordavam suas reivindicações, contando com o apoio coletivo de operários da construção civil que estavam indo trabalhar! Os operários denunciaram que estão com a “mão na massa” desde o início da pandemia, concordando que não havia mais nenhum sentido em deixar as universidades trancafiadas e saudaram os estudantes erguendo alto e firme os panfletos distribuídos. Em seguida, os estudantes se organizaram em duas fileiras e marcharam na avenida principal que leva a reitoria, ganhando a atenção da população local que circulava pelo entorno. Ao chegar no local da manifestação, os estudantes entoaram palavras de ordem como: Para barrar a precarização, greve geral de ocupação! Pelo direito de estudar e aprender, ocupar e barrar a EaD! Reitor Alfredo, cara-de-pau, capacho do governo federal!

No ato, um companheiro da Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia fez uma intervenção apresentando o histórico de lutas que a ExNEPe travou nas últimas décadas, dando ênfase no impulsionamento de Comitês Sanitários de Defesa Popular e de Comitês de Solidariedade Estudantil que levou reforço e aulas gratuitas para as crianças pobres que tiveram sua alfabetização gravemente afetada pela imposição da EaD; denunciando a precarização e o sucateamento em curso atualmente nas universidades com a adoção de tal modalidade, onde os estudantes foram empurrados para a crise social e econômica do país, o que reflete hoje na intensa evasão e intensificação de casos de adoecimento mental. No final, evidenciou que a única forma de garantir a reabertura da UFPE é seguindo o exemplo da luta dos estudantes na UFPR, UEM e UFGD, onde, em todas essas mobilizações, a ExNEPe participou ativamente.

Ativistas independentes intervieram no ato desmascarando que o Ad Referendum certifica o caráter da burocracia universitária como reduto dos medíocres e cátedra da tirania, na qual jogam a nossa universidade para o colo das diretrizes educacionais imperialistas do Banco Mundial, e, portanto, fazem o jogo do Bolsonaro e generais que usam do esvaziamento das universidades para aprofundar os cortes de verbas. Para selar a vitoriosa mobilização, os estudantes realizaram uma confecção de cartazes com suas reivindicações na qual foram colados no entorno da reitoria juntamente com a faixa que foi pendurada na entrada do local. Por fim, os estudantes declararam o compromisso de abrir a universidade e colocá-la a serviço do povo… Na lei ou na marra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s