PR: ExPEPe realiza panfletagem exigindo ônibus da reitoria da UFPR para ir ao 41º ENEPe!

Os estudantes distribuíram 300 panfletos na entrada do Restaurante Universitário (RU) nesta quinta-feira 14/04, para denunciar o descaso da Reitoria da UFPR para com a assistência estudantil e exigir que seja concedido o direito a transporte gratuito para o 41º ENEPe.

estudantes panfletam exigindo transporte para o 41º ENEPe, Curitiba 14/04

Leia na íntegra o panfleto distribuido:

Para onde foi a assistência estudantil?

Os estudantes de pedagogia exigem seu direito a transporte para o 41º ENEPe

A assistência estudantil na UFPR está em uma situação desoladora já tem tempo. Todos os anos menos bolsas são oferecidas, auxílios são cortados, projetos de extensão voltados aos alunos são extintos, os intercampi se tornam mais sucateados, as moradias estudantis não tem capacidade de abrigar àqueles que precisam, o RU todo ano é ameaçado de fechamento ou de elevação do preço. A rapina do MEC, que atenta contra a assistência estudantil, retirando, todos os anos, milhões e milhões das verbas das universidades, tem por objetivo último acabar com a própria gratuidade do ensino. É o bom velho sucatear para privatizar.

Aproveitando-se da situação pandêmica, o MEC, com a conivência da burocracia universitária, secou ainda mais a fonte da assistência estudantil, uma vez que as universidades se encontravam fechadas e incapazes de responder à altura os ataques privatistas. Hoje vemos claramente os resultados dessa política antipovo. A universidade sem dinheiro, os estudantes com um prejuízo pedagógico imenso devido à EaD, a evasão crescendo a níveis alarmantes e a assistência estudantil no ralo. Contra essa situação se insurgiram a Frente Estudantil Contra a EaD – PR e a Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia, levando a cabo, em dois anos de dura resistência, inúmeras campanhas pela reabertura da universidade, pelas aulas práticas, pela reabertura do RU (que culminou na ocupação do RU em outubro de 2021) e hoje pelo retorno presencial total das aulas na universidade.

Estas lutas, em grande parte, deveram-se à direção combativa e consequente da Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia, que por meio de seus encontros e Plano de Lutas nacional tem convocado a todos estudantes a resistir a essa situação através da luta política. Por este motivo desde o início do ano de 2022, dezenas de estudantes de pedagogia da UFPR e de outras universidades do estado estão se mobilizando para participar do 41º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia (ENEPe), encontro político e acadêmico que será realizado no estado do Rio de Janeiro nos dias 20 a 24 de abril e terá como tema: Em defesa da ciência e das aulas presenciais: pelo fim da EaD, contra o ensino híbrido e o corte de verbas!

Os estudantes mobilizaram-se para exigir da Reitoria transporte gratuito a este evento, um direito essencial conquistado através de muita luta, apenas para receber como resposta um simples “não há verbas”, não tendo a PRAE nem mesmo protocolado o pedido, que foi feito nos termos da burocracia. Tendo uma vez mais insistido, os estudantes chegaram mesmo a se oferecer para pagar pelos custos da viagem, desde que pudessem usar o ônibus da universidade. A resposta foi ainda mais revoltante. O custo estimado pela Reitoria para essa viagem foi de R$ 13.425,00, sendo que os orçamentos de um ônibus através da iniciativa privada, que diferente da UFPR prevê lucro, foram entre R$ 9.400,00 e R$ 10.600,00, portanto a UFPR nos cobra quase R$ 3.000,00 a mais por uma coisa que nem deveríamos pagar para início de conversa.

Ademais da desculpa de sempre, de que a universidade não tem verbas, não vemos corte algum afetar áreas de interesse da burocracia universitária, como o grande investimento midiático em torno do reitor Ricardo Marcelo. Ao mesmo tempo universidades com situação financeira infinitamente pior que a UFPR, como a UFCG (Campina Grande – PB) e UNIR (Rondônia), disponibilizaram transporte gratuito aos estudantes para o 41º ENEPe.

Por estes motivos, uma vez mais exigimos da Reitoria que nos de acesso ao que já é nosso por direito e disponibilize um ônibus de forma gratuita para que possamos comparecer a este importante evento, que tem por objetivo final a defesa da universidade pública e dos interesses do povo. Exigimos uma reunião imediata com o pró-reitores responsáveis ou mesmo com o reitor para apresentar nossas demandas.

Rumo ao 41º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia no RJ!

Abaixo o corte de verbas e a privatização da universidade pública!

Opor a burocracia universitária com organização e luta!

Abaixo a EaD e o Ensino Híbrido!

Pelo retorno total das aulas presenciais já!

Executiva Paranaense de Estudantes de Pedagogia – ExPEPe

Curitiba 14 de abril de 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s