[PE] Contra os Cortes: Pela Reabertura do RU para Todos! Rebelar-se é justo!

No dia 07 de dezembro, estudantes da Universidade Federal de Pernambuco se mobilizaram contra o recente bloqueio de verbas promovidos pelo governo militar. Desde o retorno das aulas, a Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia vem impulsionando uma campanha de assinaturas exigindo a reabertura imediata do Restaurante Universitário — fechado há quatro anos — denunciando a condição de insalubridade imposta aos estudantes diante do sucateamento da UFPE e a conivência da burocracia universitária que passou todo ano prometendo o RU a comunidade estudantil.

Em pouco tempo, a coleta chegou as 600 assinaturas, onde sua entrega foi divulgada para acontecer no dia 07 em manifestação na reitoria, coincidindo nesse mesmo período com os últimos ataques ao ensino público, onde foi aproveitado da mobilização para afirmar que apenas defendendo os direitos estudantis mais elementares é que se luta contra os cortes de verbas.

Tomando como exemplo os pilares do classismo e da independência, estudantes das Engenharias também impulsionaram suas lutas específicas conformando um Comitê de Lutas com o objetivo de colocar o ciclo profissional do curso para o turno da noite, e assim, exigindo seus direitos de estudar e trabalhar, unindo suas pautas com a mobilização contra os cortes e pelo RU. Ainda no dia 07, o Comitê de Lutas realizou uma importante assembleia.

A burocracia universitária em conluio com o imobilismo do movimento estudantil já vinha realizando reuniões as portas fechadas desde antes do início das aulas. Amedrontados com o apoio que essas mobilizações estavam angariando entre toda comunidade acadêmica e desesperados pela possibilidade de uma ocupação na reitoria, trataram de realizar uma reunião virtual “emergencial” para marcar um ato paralisado no mesmo local onde já estava para acontecer, porém, em outro horário — para que assim confundissem os estudantes.

A ExNEPe tratou de estar presente para denunciar os bombeiros da luta de classes aos estudantes, além de impulsionar confecção de faixas, cartazes, demonstrando apoio a assembléia estudantil das engenharias e anunciando a nova grande onda de ocupações que aponta o caminho da luta consequente. Ainda assim, a presença de estudantes e bolsistas, justamente revoltados com toda situação, pressionou que o ato saísse as ruas para fechar a BR-101, em frente a reitoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s